Como aproveitar melhor os espaços internos de uma residência pequena?

Quem tem uma residência pequena sabe como é necessário aproveitar todos os espaços, especialmente quando se tem criança em casa. É preciso saber dividir bem os móveis pela casa para que a mobilidade não seja afetada.

A residência pequena não precisa ser incômoda. Neste artigo, vamos ver algumas dicas do que pode ser feito para aproveitar todos os espaços com muita funcionalidade e elegância.

Opte por parede vazada

As paredes vazadas são opções muito utilizadas em uma casa pequena. Porém, algumas pessoas ainda escolhem as paredes tradicionais de alvenaria por pensarem que a vazada vai deixar o visual da casa feio. Enganam-se!

Essas paredes vazadas são tendência hoje em dia em residências pequenas. Elas são excelentes opções para aumentar visualmente o espaço pequeno, além de ser uma grande aliada para a organização do lar.

Você pode ter uma parede vazada por incluir uma estante no lugar da parede ou simplesmente deixar um vão aberto na sua parede, utilizando-a para acomodar alguns itens pessoais ou decorativos.  

Invista em prateleiras

As prateleiras também são grandes aliadas de quem precisa aproveitar melhor os espaços de uma residência pequena.

Não é de hoje que as prateleiras são usadas. Elas podem ser instaladas em cômodos como quartos, banheiros, cozinhas, salas, terraços, áreas de serviços e muitos outros. Nelas, você pode colocar de tudo, de material de limpeza a artigos decorativos.

Além de contribuir para a organização do lar, ela também proporciona um lindo visual no ambiente, deixando a casa muito atual, porém, muito charmosa.

Prefira porta de correr

Sabe quando a casa é pequena e você não pode colocar nada ao lado da porta porque assim, não vai atrapalhar na hora de abrir? Isso pode ser resolvido com a porta de correr.

Hoje em dia sofre com uma situação dessas quem quer. Atualmente, tem porta de correr para quarto, banheiro, sala e muito mais.

Você pode aproveitar todos os espaços próximos à porta, sem desperdiçar nenhum cantinho. Pois a porta de correr, não necessita dos espaços das portas tradicionais que vemos na maioria das casas brasileiras. Essa é uma grande dica para quem precisa de ideias para aproveitar cada metro quadrada da residência.

Além de ajudar na questão do espaço no ambiente, as portas de correr deixam o ambiente muito elegante, trazendo um ar de sofisticação para a residência.  

Coloque nichos em vários lugares

Você já ouviu falar em nichos? São itens que podem ajudar muito numa residência pequena. Eles podem ser instalados em qualquer ambiente da casa, na sala, no quarto, banheiro, área de lazer e muito mais.

Esses nichos podem ser usados para guardar itens importantes, como também servir apenas para colocar itens decorativos. Eles podem ser encontrados em diferentes tipos de materiais e cores, contribuindo para a decoração do ambiente.

Utilize o vão da escada

O vão da escada geralmente é usado para colocar coisas desnecessárias, mas isso já está mudando em algumas residências pequenas do Brasil. Essa parte importante da casa já está sendo transformada em espaços importantes do lar.

Embaixo, você pode aproveitar para criar uma mini biblioteca, área de café, adega, escritório de home office e muito mais.

Saiba quais são as funções de um zelador e como se tornar um

Todo bom condomínio — bem como o Areia Leblon — precisa de uma equipe altamente treinada e preparada para que o local funcione perfeitamente em todos os aspectos.

Assim como síndico, o zelador também é uma das partes mais importantes dentro de um condomínio, pois sua colaboração é fundamental.

Continue lendo a seguir e saiba o que é preciso para se tornar um ótimo zelador e quais são suas funções.

O que é preciso para ser um zelador

Se você deseja se tornar um zelador, saiba que, apesar de não existir nenhuma exigência para exercer o cargo, existem alguns pontos que podem ser positivos para o profissional que deseja ocupar esse cargo. 

Não existe obrigatoriedade legal do que é preciso para ser um zelador, mas é imprescindível que ele possua cursos de manutenção, que saiba fazer gerenciamento de pessoas e que tenha conhecimento — ao menos mediano — de computação. Quanto mais atributos você tiver, maiores são as chances de conseguir um bom emprego e um bom salário. 

O zelador deve realizar inspeções e efetuar pequenos reparos

Uma das funções principais do zelador é realizar inspeções nas instalações do prédio para verificar itens que precisam de reparos ou limpeza. Além disso, é função dele observar as condições de funcionamento da parte elétrica e hidráulica, elevadores etc. e comunicar a necessidade de reparos para que as medidas necessárias sejam tomadas.

Outras tarefas simples que também são responsabilidade do zelador, são: acender e apagar luzes, trocar interruptor e lâmpadas, reparar portões e telhados, substituir fechaduras e verificar fechamento de portas e janelas, dentre outras.

O zelador deve atender pessoas

Outra tarefa do zelador também é realizar o atendimento aos funcionários das empresas de água, luz, telefone e TV a cabo etc.

Além disso, deve solicitar aos condôminos, por interfone, acesso de visitantes, observar movimentação de pessoas pela localidade e controlar a circulação de pessoas e veículos.

O zelador deve orientar, supervisionar e distribuir as tarefas dos seus subordinados

Mais uma das funções do zelador é orientar, supervisionar e distribuir as tarefas aos seus subordinados, que são os funcionários da limpeza, responsáveis pela portaria, segurança e outros.

Ele deve exigir disciplina e pontualidade, pois é muito importante para que o condomínio seja mantido nas condições ideais.

É função do zelador supervisionar reformas e obras

Outra responsabilidade do zelador é realizar a supervisão de reformas e obras que acontecem dentro do condomínio.

Portanto, o profissional deve fiscalizar e acompanhar os serviços de manutenção e reparos, zelar e inspecionar as prestações de serviços, comunicar imprevistos que acontecem durante as obras, comunicar ao síndico sempre que algum morador realizar reformas que interfiram na rotina do condomínio, dentre outras coisas.

É função do zelador fornecer suporte aos moradores

Por fim, mais uma tarefa do zelador é fornecer total suporte aos moradores. Dessa forma, ele deve estar sempre disponível para orientar e ajudá-los no que for preciso.

Nesse sentido, o zelador deve repassar as reclamações e necessidades dos condôminos para o síndico, alertar os moradores sobre as regras de segurança, convivência e funcionamento, dentre outras.

Como administrar um condomínio com eficiência? Confira algumas dicas

Administrar um condomínio não é uma tarefa fácil, mas com algumas dicas é possível obter sucesso em todas as tarefas.

Deseja administrar seu condomínio com eficiência? Continue lendo a seguir e confira algumas dicas.

Defina protocolos e políticas para ter uma gestão consistente

Todo condomínio — principalmente os de médio/grande porte, como o Areia Leblon — deve ter políticas e protocolos bem definidos e consistentes para evitar as falhas de comunicação e problemas com os inquilinos.

Ter no que se apoiar torna a parte administrativa de um condomínio mais fácil e objetiva, por isso, todas as regras sobre o funcionamento do local devem ser feitas por escrito — e registradas. 

Além disso, é muito importante que elas sejam repassadas sempre que um novo morador se mudar.

É essencial também que os síndicos tenham protocolos em vigor para diferentes situações. Se um inquilino violar alguma política do condomínio, é função dele seguir o protocolo, como emitir um aviso.

Programe e faça inspeções de rotina para reduzir o risco de problemas

Resolver problemas apenas quando os mesmos já tomaram grandes proporções não deve ser a característica de uma boa administração do condomínio. 

Portanto, fazer inspeções regularmente pode ajudar a reduzir o risco de possíveis problemas dentro e fora do condomínio e de suas unidades. 

Todos os alarmes de fumaça/incêndio, acessos às portas de incêndio/emergência, sistemas de climatização, telhados, parte elétrica, dentre vários outros detalhes devem ser inspecionados com frequência para que não haja imprevistos.  

Uma ótima dica é criar um cronograma para que o responsável por essa tarefa se lembre de fazer a checagem de cada item.

Utilize um sistema de gestão para condomínios

Administrar um condomínio, sem dúvidas, requer muito trabalho. São muitas tarefas para serem executadas e, consequentemente, muitos detalhes para serem lembrados. 

Porém, tudo pode ficar bem mais simples se você contratar um sistema de gestão para condomínios que auxiliam em toda essa organização.

Em um sistema de gestão para condomínios, você consegue anotar e organizar por setor todos os afazeres que devem ser feitos, o que torna muito mais prático e fácil de ser encontrado.

Alguns sistemas avisam sobre datas, compromissos e vencimentos antecipadamente, o que evita atrasos. Além disso, facilita na emissão de documentos e é muito útil para guardar dados e informações importantes sobre o condomínio. 

Ficou para trás a ideia de uma agenda para organizar as responsabilidades, pois uma gestão de condomínios eficiente otimiza bem mais o tempo e simplifica as funções.

Não há problema em terceirizar

Para finalizar, administrar um condomínio de médio ou grande porte, naturalmente, exige serviços em uma escala maior, e delegar funções de forma estratégica faz parte de uma ótima gestão de condomínio.

Quando as coisas estão fugindo um pouco do controle e o tempo já não está tão vago assim, é um bom negócio cogitar terceirizar. Contratar um contador para auxiliar na papelada financeira é um exemplo disso.

Alguns reparos também precisam ser feitos por fornecedores especializados, então, não deixe de cogitar uma ajuda extra para que tudo fique em perfeita ordem.

Como comprar um apartamento na planta? Veja algumas dicas!

Todo mundo sonha com o dia que poderá comprar o seu imóvel, mas para que esse sonho se torne realidade é preciso muito sacrifício.

Muitos procuram comprar um apartamento ainda na planta e isso por si só, já é um grande motivo para comemorar. Afinal de contas é um imóvel.

Mas quais os cuidados que você precisa ter ao comprar um apartamento na planta? Você já pensou nisso? Para que você não faça um mau negócio, veja algumas dicas que daremos agora neste artigo que vai te auxiliar a fazer um bom negócio.

Visite o decorado e conheça o projeto

No momento que você decide comprar um apartamento na planta, você não terá como ver literalmente o imóvel, mas poderá ter uma noção de como será por visitar o decorado que fica no endereço da construção. Essa é a melhor maneira de visualizar o que você vai comprar.

Por ter acesso ao projeto, você consegue estudar o que está sendo apresentado. Muitos dos materiais de divulgação tem vídeos, fotos e maquetes.

Por exemplo, com o condomínio Areia Leblon da construtora Mozak é possível ver a planta do apartamento e muito mais informações por meio do site.

Todas essas informações, você precisa guardar até a data do lançamento, para que haja uma comparação do que foi prometido e do que foi cumprido.  

Analise o custo-benefício

É muito importante analisar o custo-benefício de um apartamento na planta. Você precisa estudar a localização dele, quantos metros quadrados ele tem, quando será o prazo de entrega e se é viável para você, a qualidade no material de acabamento, o valor da aquisição e outros fatores.

Tudo isso precisa ser muito bem avaliado para que após a compra não haja arrependimentos. Para isso, verifique as opções no mercado, veja o potencial quanto a valorização do imóvel e defina qual será o futuro desse imóvel, se vai ser para você e sua família morar ou se será para alugar.

Só faça negócios se for vantajoso para você.

Pesquise sobre a construtora

Outra dica muito importante que você não pode deixar passar é quanto a pesquisa sobre a construtora. Muitas pessoas às vezes têm dor de cabeça com seus empreendimentos na planta, porque não pesquisaram sobre a construtora antes.

Outra que deve ser pesquisada é a incorporadora. Essa é uma empresa responsável por coordenar o negócio relacionado a vendas, negociações, legalização de documentos e registros e muito mais.

Antes de fazer negócios procure saber o que outros clientes relatam e quais as suas experiências com as empresas, verifique a qualidade dos empreendimentos já entregues, pesquise também sobre a saúde financeira das empresas e qual a sua reputação no mercado.

Avalie o prazo de entrega

Outra coisa que você deve ficar atento na hora de comprar um apartamento na planta é quanto ao prazo de entrega. Certifique-se que o prazo estipulado é bom para você. Depois pesquise sobre as demais entregas que já foram feitas pela construtora e se ocorreram dentro do prazo.

Pergunte também sobre um possível atraso, qual seria o prazo limite. Com essas informações você vai conseguir se planejar financeiramente até que a entrega seja feita.  

Como controlar os gastos do cartão de crédito? Confira algumas dicas

Só quem possui um cartão de crédito sabe que às vezes não é fácil controlar o seu uso. Sua praticidade faz com que tudo pareça mais simples, mas sabemos muito bem que a conta chega no final do mês e é aí que as coisas começam a se complicar. Porém, não é difícil mudar esse cenário.

Deseja aprender como finalmente controlar os gastos do seu cartão? Continue lendo a seguir.

Faça um planejamento financeiro

Uma das principais características de quem deseja controlar os gastos do cartão de crédito deve ser a disciplina. Disciplina em se questionar se realmente precisa efetuar uma compra e se planejar financeiramente.

E se tratando de fazer planejamentos, significa que é de extrema importância saber quanto foi gasto no cartão de crédito, bem como onde e com o quê. Portanto, organize-se para anotar todos os usos que fizer do mesmo.

O segredo é contabilizar literalmente tudo o que é pago no cartão. Desde os gastos fixos com academia, compras feitas na farmácia, até o pagamento da internet e da TV a cabo, por exemplo. 

Para isso, você pode apostar em uma planilha no computador ou até mesmo um aplicativo no celular.

Reduza o limite do cartão

Uma parte negativa do cartão de crédito é que, ao utilizá-los, não sentimentos que está perdendo dinheiro, pois o valor não sai imediatamente da conta. Porém, mesmo que exista essa sensação ilusória, você consegue ver o aumento na fatura e o limite diminuindo.

Portanto, para não gastar além do seu salário, uma ótima opção é diminuir seu limite para um valor que não comprometa de forma drástica a sua renda e você consiga sempre fazer o pagamento integral da fatura, sem dores de cabeça e de forma tranquila.

Uma alternativa para não cruzar os limites é que o seu cartão não ultrapasse 30% do que você recebe.

Pague o valor total da fatura

Essa é uma das melhores dicas que você pode seguir. Muitas pessoas acham que não pagar o valor total da fatura é vantajoso, quando na verdade, é uma completa furada. 

Quando você deixa de pagar o valor integral das suas compras, acaba entrando no rotativo do cartão de crédito que possui os juros mais altos, podendo chegar a 14% ao mês. 

E é nesse momento que essa dica se encaixa com a anterior: se você diminuir o limite do seu cartão de crédito para um valor que consiga pagar, as chances de conseguir quitar o valor total é bem maior. 

Outra ótima dica para não ter problemas ao fazer seus pagamentos, é colocar a data de vencimento do seu cartão próximo a data que você recebe o seu salário. Dessa forma, você consegue se organizar e evitar atrasos e muitas. 

Procure cartões sem anuidade

A anuidade é uma taxa cobrada pelo uso do cartão, feita pelo banco ou instituição financeira. 

Diversas empresas fazem essa cobrança mesmo que você não esteja usando o cartão e descontam o valor direto na fatura, o que, obviamente, é um dinheiro mal gasto.

No entanto, hoje em dia existem várias alternativas para se livrar da anuidade, como os cartões de crédito sem a taxa e os que cobram dependendo do valor gasto no mês.

Como aproveitar melhor o seu tempo livre? Veja algumas dicas!

No corre-corre do dia, muitas mulheres deixam para depois atividades que são importantes. Muitas não conseguem fazer coisas básicas como ler um livro ou visitar um amigo, por falta de tempo.

Essa realidade ficou um pouco diferente quando estávamos no auge da pandemia, em plena quarentena. Mas agora que a rotina de atividades voltou ao normal, já vemos algumas sem tempo para nada.

Então, o que fazer quando há um tempo livre? São tantas as coisas que fica difícil até fazer uma lista! Se esse é seu caso, vai ficar feliz em saber que neste artigo vamos dar dicas de coisas que podem ser feitas no período de folga. Confira agora!

Aproveite para ler algum livro

Com o tempo livre você pode colocar a sua leitura em dias. Se você gosta de leitura, aproveite esse momento para ler o seu livro preferido.

Tire tempo também para ler livros que acrescente no seu dia a dia e na sua saúde mental como bíblias de estudo, livros de autoajuda e outros.

Experimente praticar a meditação

A meditação é outra atividade que você pode exercer durante o seu período de folga ou quando você tiver um tempo livre.

A meditação é uma atividade que ajuda na saúde física e mental. Ela é uma ajuda para reduzir o estresse e a ansiedade. Essa prática também pode contribuir para reduzir os sintomas da depressão. Você pode fazer uma busca rápida na internet para saber mais informações sobre meditação e como fazer.

Aproveite para assistir suas séries preferidas

Sabe quando estamos muito afim de acompanhar uma série? Então aproveite o tempo livre para ver as séries que você mais gosta. Você pode reservar algumas horas para maratonar as suas séries favoritas.  

Cozinhe uma nova receita

Não existe nada mais gratificante que preparar uma receita bem caseira e ver toda a família se deliciar com o seu esforço.

Além de fazer algo que lhe agrada, você pode aproveitar o momento para praticar várias receitas. Largue um pouco dos aplicativos de comidas prontas e marmitas.

Tenha um dia de Spa

Não existe nada melhor que tirar um tempo livre para investir em nós mesmos. Você pode aproveitar seu tempo livre para cuidar da pele, do cabelo, das unhas e também para tomar banhos relaxantes.

O Spa pode ser feito em casa mesmo, mas se você preferir pode reservar uma hora em algum espaço de estética para receber o tratamento que merece.

Faça uma arrumação no seu quarto

Mas há também aqueles que preferem aproveitar o tempo livre para arrumar a casa, muitas vezes um cômodo da casa, como o quarto. Faça aquela limpeza, analisando cada coisa e se desfaça dos objetos que não vai mais precisar.

Pratique exercícios físicos

Mas você também pode aproveitar o momento para colocar a saúde em dia. Sendo assim, escolha um exercício que você mais gosta e pratique-o sozinha ou na companhia de mais alguém. Aproveite para fazer exercícios ao ar livre e contemplar as belas paisagens pelo caminho.

Aproveite para descansar

Como última dica, mas não menos importante, aproveite o tempo livre para descansar. Tire o dia de folga literalmente.

Confira alguns objetos importantes para organização de um lar

Um lar organizado é muito importante para quem deseja economizar tempo e ganhar mais espaço. Além disso, um ambiente bem organizado é muito mais confortável e aconchegante.

Muitas pessoas procuram na internet meios de deixar o lar organizado, mas saiba que é possível deixar o ambiente mais arrumado com a ajuda de alguns objetos. Esses objetos organizadores contribuem não apenas para a arrumação do ambiente, mas também para facilitar a nossa procura por determinado objeto.

Além de facilitar a rotina de quem tem a vida muito atarefada, esses objetos podem ser encontrados em várias lojas de utilidades do lar. Veja agora algumas dicas de itens organizadores que são importantes em um lar.  

Caixas com etiquetas

As caixas com etiquetas são itens muito importantes para deixar um lar organizado. Elas são ideais para guardar objetos importantes, além de documentos como certidão de matrícula do imóvel, outras certidões, atestados, IPVA, IPTU, boletos a vencer, receitas médicas e muito mais.

Essas caixas podem ser encontradas em diversas cores e podem ser acomodadas em prateleiras, no guarda roupas e em móveis multifuncionais. Além de serem práticas e muito úteis, elas também podem conferir um charme a mais para a decoração do ambiente.

Separadores

Os separadores são muito úteis em uma cozinha, afinal de contas esse é um dos ambientes com potencial muito grande de ser mais desorganizado.

Há diversos tipos de separadores hoje em dia no mercado. Você pode encontrar separadores de gaveta, especialmente para talheres, e também para prateleiras. Há também separadores para armário que são ideais para separar tampas e vasilhas.

Outra questão interessante é que esses separadores são encontrados de diversos tipos de materiais, possibilitando uma combinação mais próxima da decoração do ambiente.  

Prateleiras e ganchos

As prateleiras estão bem presentes na casa dos brasileiros. Elas podem ser instaladas em várias partes da casa. Além disso, podem ser encontradas em diferentes tamanhos e formas. São ideais para colocar caixas organizadoras, pastas e outros objetos.

Além das prateleiras há também os ganchos que podem ser instalados em diferentes pontos da casa. Esses ganchos servem para diversas coisas, mas sobretudo para pendurar bolsas e roupas que antes ficariam espalhados pelos cômodos da casa. Você pode optar por colocar em locais estratégicos e que agregue ao ambiente.

Paneleiro

Os paneleiros são fundamentais em um lar, especialmente se houver muita gente morando no ambiente, porque dessa forma, se faz necessário uma quantidade maior de panelas.

Em uma cozinha, uma das partes mais difíceis de organizar é justamente o local onde fica as panelas, que na maioria das vezes não é apropriado. Com o paneleiro as panelas ficaram acomodadas no lugar correto da forma correta, e com isso você deixa o ambiente mais organizado e mais espaçoso.  

Estantes modulares

As estantes modulares são especialmente interessantes porque podem acomodar muitas coisas e deixar o ambiente mais organizado. Além disso, essas estantes podem ser usadas em várias partes da casa e não apenas na sala de estar.

Potes herméticos

Os famosos potes não poderiam ficar de fora dessa lista, mas com um detalhe, precisam ser herméticos. Dessa forma você consegue guardar vários alimentos de forma segura, sem deixar o ambiente bagunçado.

Vai abrir uma conta bancária? Confira algumas dicas importantes!

Até a alguns anos atrás era muito difícil abrir uma conta bancária, sendo necessário o fornecimento de vários dados e documentos, além de outros processos, além disso, essa atividade poderia levar mais que um dia.

Hoje em dia, já não vemos mais essa dificuldade, pois os bancos possuem recursos que facilitam o processo de abertura de conta. Com isso, uma pessoa pode abrir uma conta bancária em apenas algumas horas.

Atualmente vemos vários bancos oferecendo seus serviços e quase todos parecem ser muito atrativos. Mas como escolher o banco certo para abrir uma conta bancária? O que é preciso levar em conta na hora de escolher um?

É sobre isso que vamos falar neste artigo. Se o assunto é de seu interesse, continue lendo até o final.

Qual banco escolher para abrir uma conta?

Como disse, há vários bancos hoje em dia oferecendo seus serviços e produtos. Mas para que você faça uma boa escolha é preciso ver os pontos positivos e também negativos. Por exemplo, se você for abrir uma conta na Caixa Econômica é necessário ver qual o limite de saque Caixa Poupança ou Conta Corrente, verificar as reclamações no BC e também no site Reclame Aqui.

Além disso, antes de escolher o banco para abrir a conta é necessário ver se há plataforma de investimento, se oferecem algum cartão, se cobram taxas por serviços, quais serviços são disponibilizados e tudo o que envolve saques e depósitos.

É preciso fazer uma avaliação minuciosa para escolher o melhor banco para as suas necessidades. Dessa forma, você evita abrir várias contas em bancos diferentes, com custos com taxas e outros.     

Conta digital ou tradicional?

Hoje uma pessoa pode escolher entre abrir uma conta tradicional ou uma conta digital. Na conta tradicional, a pessoa precisa se dirigir até um banco físico e conceder algumas documentações para abrir a conta.

No caso da conta digital, o processo é bem diferente e rápido. Para abrir a conta, basta baixar o aplicativo do banco, fornecer alguns dados e pronto.

No geral, as contas tradicionais ou digitais oferecem basicamente os mesmos serviços, o que muda é apenas o processo de abertura. Até porque, as contas tradicionais também contam com aplicativos que o cliente pode baixar e fazer transações bancárias.  

Mas em alguns casos, é preciso saber que não haverá atendimento presencial para alguns tipos de contas digitais como, por exemplo, para quem abre uma conta Nubank ou Inter.

Como fazer uma escolha segura?

Para fazer uma escolha segura é preciso seguir alguns passos. O primeiro, é avaliar a pontuação do banco no site Reclame Aqui. O ideal é que a instituição bancária tenha uma pontuação acima de sete.

Além disso, você terá a chance de ver quais são as principais reclamações de alguns clientes com respeito aos serviços e produtos do banco em questão. Nesse site, você também vai observar se a instituição se empenha em resolver os problemas.

Outra forma de fazer uma escolha segura é observando o ranking de reclamações do Banco Central. Neste caso aqui, vale mais o banco que conter uma pontuação pequena, pois isso significa menos problemas e mais credibilidade.

Conheça 6 motivos para investir no mercado de ações a longo prazo

Muitas pessoas não sabem mais fazer investimento, é algo fácil e que qualquer pessoa pode fazer. Quando se fala em investimento no mercado de ações, logo vem à mente um processo burocrático, direcionado apenas para pessoas ricas.

A verdade é que não existe complicação nestes investimentos, além disso, é um mercado para todos os bolsos e uma excelente oportunidade de renda variável. Muitos encontram nessas operações uma forma de aumentar seus patrimônios.

Porém, como qualquer investimento que a gente faz na vida, é preciso saber lidar com os altos e baixos da bolsa de valores, no entanto, não perdendo de vista os negócios com grandes capacidades de valorização.

Mas qual o benefício de investir no mercado de ações a longo prazo? Descubra agora!

Qualquer pessoa pode investir

Todos os dias milhares de pessoas tomam a iniciativa de fazer um investimento no mercado de ações, e muitas dessas pessoas não são ricas, muito menos milionárias. São pessoas comuns e muitas vezes assalariadas, que estão investindo no seu futuro.

Qualquer pessoa hoje em dia pode fazer um investimento na bolsa de valores. Com pouco recursos e diretos de suas casas, elas abrem uma conta em alguma corretora e iniciam o processo de compra e venda.

Há um grande potencial de ganho

Investir em ações a longo prazo significa um grande potencial de ganho, uma vez que o tempo é amigo da renda variável.

Por exemplo, a bolsa de valores de Nova Iorque, quando enfrentou grandes crises, se manteve lucrativa. Algumas ações valorizam muito em um determinado período. Sem falar que você ainda pode ganhar algum dinheiro com aquelas ações que pagam dividendos.

Por isso é interessante fazer uma pesquisa para saber em quais ações investir, como por exemplo, ações cogn3, mglu3, bbas3, bbdc4 e muitas outras.  

Diminui os perigos da renda variável

Uma das melhores formas de proteger seu investimento das alterações desses ativos é por fazer investimento a longo prazo. Essa escolha diminui os riscos de prejuízos.

Ao fazer um investimento a longo prazo, você se beneficia do tempo que o mercado tem para se retomar das baixas, evitando se desfazer de suas ações em um período crítico, observando a valorização novamente de suas ações.   

Contribui para seu equilíbrio e autodomínio

Outro motivo para investir em ações a longo prazo é que você vai conseguir dominar melhor seu autodomínio e se tornar uma pessoa mais equilibrada emocionalmente.

Quando há um momento de crise, é natural vermos milhares de investidores tomando decisões erradas influenciados pela falta de equilíbrio emocional. Com investimentos a longo prazo você consegue trabalhar melhor esse lado, evitando perder dinheiro.  

Contribui para diferenciar sua carteira

Os investimentos em ações a longo prazo é uma ótima maneira de diferenciar sua carteira para manter e aumentar seu patrimônio. Se alguma área for atingida, você ainda vai ter papéis para substituir o prejuízo e se recuperar ligeiramente.

Coopera com a instituição que você gosta

E por último, você vai poder cooperar com a instituição que você tanto gosta. Ou seja, você vai obter um pedacinho de uma empresa real. Dessa forma, você irá se tornar sócio da empresa que você tanto admira.

Check list do Síndico – Como organizar suas tarefas e ter menos manutenção no condomínio

Um síndico de um condomínio tem muito trabalho a fazer e esse trabalho pode ser estressante para alguns. A situação pode ficar ainda pior quando o síndico não tem uma relação das tarefas que contribuem para a organização de suas atividades.

O papel do síndico é gerenciar os empregados e proporcionar bem-estar para todos os condôminos. Por isso, ele precisa ter conhecimento de todas as suas obrigações para administrar de forma eficaz um condomínio, evitando as manutenções recorrentes, que só trazem gastos e dor de cabeça para todos.   

Veja agora como um síndico pode organizar suas tarefas e ter menos manutenção no condomínio.  

Atividades diárias

Em um condomínio tem muito que se fazer. Porém algumas tarefas precisam ser realizadas diariamente. Veja algumas delas agora.

Falar com o zelador

O zelador é a pessoa que vai entender e repassar as sugestões e reclamações dos moradores para o síndico, por isso, o diálogo é importante. Outra pessoa que também pode passar informações importantes é o porteiro.

Checar o jardim e piscina

O jardim é um dos lugares mais bonitos em um condomínio, e o síndico deve verificar se está tudo em ordem para evitar gastos desnecessários, devido a falta de cuidado. A Piscina também não pode passar despercebida, já que é um ambiente em que todos usam diariamente.

Ver as câmeras

O síndico também é responsável pela segurança do local, sendo assim, ele precisa diariamente verificar as câmeras e analisar onde precisa de mais atenção e conferir se elas estão funcionando normalmente.

Ver os elevadores

O síndico precisa se certificar de que os elevadores estejam funcionando corretamente e caso algo de diferente seja percebido, a manutenção por profissionais deve ser realizada o quanto antes para evitar acidentes.  

Atividades semanais

Para ter menos manutenção no condomínio é preciso também cumprir com as atividades semanais.

O síndico deve analisar o estado dos brinquedos semanalmente e solicitar a manutenção naqueles que oferecem risco. Também precisa ver se as contas estão em dias e quais devem ser pagas.

A parte hidráulica do condomínio também deve ser analisada semanalmente e se houver a necessidade de manutenções, solicitar os serviços de uma empresa desentupidora para resolver o problema e evitar mais gastos.  

Atividades quinzenais

As atividades quinzenais estão muito ligadas a manutenção do jardim, como também na mudança da bomba de água e na limpeza de ralos e caixas de gordura.

Atividades mensais

Já as atividades mensais envolvem algumas tarefas que se não forem cumpridas, pode causar algum prejuízo para os condôminos.

Por isso é fundamental o síndico conferir as contas e enviar os boletos de pagamento para cada morador, conversar com aqueles que não estão realizando o pagamento em dias, além de realizar reunião com os condôminos.

Além de todas essas tarefas, o síndico precisa de tempo em tempo verificar os geradores, providenciar a limpeza das caixas de água e das caixas de esgoto, com uma desentupidora.

Também precisa verificar contratos e cuidar dos impostos. Verificar as instalações elétricas, saída de emergência e realizar dedetização em todo o condomínio. Todas essas atividades vão contribuir para que o trabalho seja feito de forma organizada, evitando gastos com manutenções.